quarta-feira, fevereiro 28, 2007




Sem sombra de dúvidas o glúten representa um dos mais misteriosos elementos criados pela Mãe Natureza. São poucos, portanto, aqueles que o conhecem verdadeiramente, ainda que milhões sejam, ao fim e ao cabo, todos os outros indivíduos cuja perplexidade e temor não se encontram além da desconfiança perante o aviso CONTÉM/NÃO CONTÉM GLÚTEN - visto em inúmeras embalagens alimentícias...

Insatisfeita com esta situação, a equipe do Fundo de Quintal Literário deu início a uma longa jornada investigativa, cujo propósito fincava raízes na elucidação do enigma do glúten. Esta empreitada exaustiva, como não poderia deixar de ser, rendeu frutos e, após quatro longos anos de pesquisa, enfim chegamos às respostas finais.

Contudo, ficamos deveras frustrados com o que se apresentou nos relatórios finais a respeito do glúten, cujo parágrafo introdutório reproduzimos aqui, somente em respeito aos fins científicos:

"O Glúten é uma proteína ergástica amorfa que se encontra na semente de muitos cereais combinada com o amido. Representa 80% das proteínas do trigo e é composta de gliadina e glutenina. O glúten é responsável pela elasticidade da massa da farinha, o que permite sua fermentação, assim como a consistência elástica esponjosa dos pães e bolos".

Fica bastante claro, assim, o motivo de nossa decepção no que tange à solução do mistério gluteniano: é de uma simplicidade entediante e inadmissível! Ora bolas, meus caros leitores, é justamente por isso que decidimos mandar às favas este insosso resultado e reverter esta situação com a SUA ajuda...

Isto posto, é com orgulho imenso que o Fundo de Quintal Literário lança a "Campanha Nacional de Redefinição Científica do Glúten" e convida você a participar. É simples: crie sua própria definição do glúten, adicione-a aos comentários desta postagem e aguarde o resultado final. Além de ver seu nome imortalizado no Grande Livro da Ciência, o vencedor ganhará esta incrível CPI, a Camisa Politicamente Incorreta:

CPI # 01

"Faça o que tu queres pois é tudo da lei"

(G. W. Bush)

7 comentários:

4rthur disse...

Em favor da comunidade científica, aqui vai uma módica contribuição a respeito do que a prendi sobre os glútens:

Os glútens são os músculos que se localizam logo acima da coxa e abaixo da cintura, na porção posterior de um ser humano. Os glútens são divididos em diferentes porções, assim temos o grande glúten que tem a sua inserção proximal no Ílio, Sacro e cóccix e a sua inserção distal localiza-se na linha áspera ou crista do grande glúten do fémur e fascia lata. A sua função é extensão, abdução e rotação externa da coxa. O Médio glúten tem a sua inserção proximal no Ílio e a inserção distal no grande trocânter do fémur. A sua função é abdução e rotação interna da coxa. O pequeno glúten tem as suas inserções proximal e distal no Ílio e no grande trocânter do fémur sendo a sua função igual á do médio glúten.

Enquanto símbolo da preferência nacional, hoje também transladada para os clipes americanos de rap, a estética dos glútens é algo que preocupa muita gente dentro de uma academia. Embora nem todas assumam, no fundo toda mulher quer ter glútens redondos, durinhos e altivos. Por isso, aqui vai uma dica:

Os melhores exercícios para se trabalhar os glútens são AGACHAMENTOS e LEG PRESS. Soluções como massagens linfáticas e cremes específicos, que ajudam a deixar os glútens impecáveis, também não faltam no mercado.

Você, menina mulher, deve aproveitar as descobertas da ciência e da medicina e fazer a sua parte para que, no futuro, possamos viver cercados de glútens firmes e sadios. A humanidade agradece.

gigi disse...

1. conseguiiiiiiii!
2. glúten? nunca vi nem comi, só ouço falar.
3. arthur, vc é ridículo.

bjs.

Taís disse...

1:Corcordo com a Gigi
vc é um ridículo Arthu.
2: O Glúten é aquela casinha onde moran os eskimós....
Não, jah sei, são serem extraterrestres muito pequeninos que vieram conquistar nosso planeta começando por dentro de nós....
Ou tbm podem ser ...algum nome de lojinha tipo "Aqui no glutén tem tudo venha conferir!!!"

4rthur disse...

tem razão, taís, sou um ridículo. acho que vou concordar com você que o glúten "são serem extraterrestres". Mas a parte do "começando por dentro de nós" eu deixo pra ti. Um beijo.

Diogo Lyra disse...

Taís, obrigado pelas participações no blog - gostei muito!!!
Volte sempre, o quintal é seu...

Clara Mazini disse...

O Glúten é uma coisa que me dá medo (mas se o doce é bom, eu como mesmo assim! Melhor com medo do quem com fome).

Diogo, não vem dizendo que o Glúten não faz mal, que ele é apenas o responsável pela elasticidade da massa da farinha! Seria uma quebra de paradigma que eu não aguentaria!!!!

SAMANTHA ABREU disse...

.
"Todo Glúten é imoral, é ilegal e engoda"