sexta-feira, fevereiro 02, 2007



- Meu humano é muito burro.
Já não posso mais com tanta teimosia...







- Quando você vai aprender
que usar a psicologia é melhor
do que mijar no sofá dele??!!!

4 comentários:

dida disse...

Isso me faz lembrar de uma famosa sentença acerca do universo felino:
"Lá do alto do telhado, pula quem quiser/só o gato que é gaiato cai de pé".

Cascarravias disse...

psicologia porra nenhuma, que isso é conversinha de revista Claudia com um pouquinho de verniz pra arrancar dinheiro das pessoas. vai logo atrás do moço do talão azul que é muito mais eficaz.

Hi disse...

Eu tenho dois gatos, Chica e Tonho, Francisca e Antônio, são angorá, fofos que só, eles nao precisam mijar em nada, e quando o fazem não é para chamar atenção como os cachorros, mas pode acontecer sob duas condições, o macho com mto tesão e nao controlar a excitação e acabar culminando na mijada, ou marcação de território mesmo.

Os cachorros, que são mais bobos-alegres, e mais infantis é que costumam partir para esse tipo de estratégia para chamar atenção.

Ja tive um gato que morreu de velhinho, com 18 anos, o que me dá uma certa propriedade para opinar sobre o assunto,
espero que eu tenha contribuido...
beijos

Hi

Diogo Lyra disse...

ei, eu amo os gatos! tenho duas gatinhas, a Maria Bonita (típica pêlo-curto brasileiro, ou vira-lata) e a Charlotte, uma angorazinha albina que é tão linda quanto malvadinha!!!
valeu a info!