terça-feira, junho 12, 2007


- Minha namorada me pediu uma bolsa de 480 pratas!

- E aí, já comprou?

- Disse que era caro e a danada pôs em dúvida meus sentimentos por ela...

- É, o amor consome...

10 comentários:

Bina Goldrajch disse...

É, essa é a vida, Sr. Lyra...

*¢£@üD!NhA''' disse...

LITERALMENTE!

Háháháhá...

Ótima ;)

4rthur disse...

esse é o espírito do 12 de junho!

Lu disse...

amei.

é o capitalismo "consumindo" todos.
No final, nos que o consumimos.

=*

Voltarei mais vezes.
vá no meu
=]
obrigada.

neo disse...

fala ai , to fazendo uma visitinha, pela msg do orkut ok....



www.neomarcos.zip.net

srta. bia disse...

ok, trocadilho impertinente vale mais.

thaís disse...

E não me venha com uma caixa de bombons!

gigi disse...

pô, se me comprassem um bombom sonho de valsa eu já ia ficar tãaaaaoooo feliz!

revolution_9 disse...

Porra, mas essa namorada dele deve ser uma mercenária!!!

O que vale é a intenção, não o preço do presente!!

Roney Belhassof disse...

Se o rapaz for real diga a ele que a situação é simples!

Ele deve dar a bolsa para a namorada e explicar que, como ele não é materialista e nem consumista, ela tem que demonstrar o amor dela na cama como as outras mulheres por quem ele pagava um bom dinheiro.

Nossa... Que coisa grossa! Me admira eu nunca ter recebido um tapa na cara!! ;)

Gostei do seu espaço viu?