quarta-feira, junho 13, 2007



Como todos sabem hoje é dia de Santo Antônio, ente divino que, embora de segundo escalão, é mais que popular entre nós, malditos seres humanos de uma figa, pelos seus dotes casamenteiros. Aproveitando o ensejo, resolvi copiar descaradamente uma idéia da genial Karina Goda - que vinha casando poemas em seu blog - e decidi utilizar alguns excelentes comentários (na verdade obras criativas independentes) feitos aqui, no FQL, para realizar um casório literário. Contudo, antes de explicitar as obras em questão, devo agradecer aos seus autores pela troca realizada neste espaço de forma tão espontânea e prodigiosa. Assim, um muito obrigado aos queridos Pakkatto, Karina Goda e Tchello, cujas respostas poéticas reproduzo agora, sem maiores delongas:


* Casando com o texto Sexo e Salvação:


"Eucaristia"

Aproxima-te,
desnudo das vestes
que cobrem tua alma

Estende
as mãos e recebe-me
no calor da tua palma

Sinta
a delicadeza da minha carne
no quente da tua língua

Beba
do meu cálice o fluido sagrado
da nossa eterna aliança

Torna um só nossos corpos
- entrelaçados por amor e fé.



* Casando com o texto Continente Perdido:


"Aye, Aye Sir"

Todo o homem é uma ilha
E algumas viagens naufrágio.
Ainda que viver seja impreciso,
Navegaremos por entre os recifes
Buscando aportar em nós mesmos
Mesmo quando não houver faróis
No lado mais perigoso da alma.

Todo homem é uma ilha
Que se une aos outros homens
Em sua natureza subterrânea.
O vento irá soprar várias canções de despedida.
Tentaremos a longa viagem?
Não é mar ou solidão que nos separam
É só distância.

Içar velas!
Todo leme a estibordo!
O coração comandará este navio agora.
A razão será a nossa bússola
A fé será nosso astrolábio
Firmes na tempestade! Perseverança!
Pois a rota, o mapa e mesmo o destino

Estão, são e moram com nosso capitão.

"Após agora"

Engaiolado na pasta
Setecentos e quatro
A comoção me alça
Ao som de pássaros
Éramos Pangéia
Uma lírica idéia
Antes das ilhas
Autônomas e ridículas
Após agora
Ignoro a bóia
Tanto para o almoço
Quanto para o socorro.

10 comentários:

Diogo Lyra disse...

Creio ser desnecessária tal explicação, mas, por via das dúvidas, aviso que clicando nos nomes dos autores, bem como nos nomes dos textos, você chega à fonte de água límpida e clara das informações...

Rosa disse...

Já tinha lido os textos nos comentários originais e achei muito bacana toda essa troca criativa. Parabéns a todos.

4rthur disse...

visse? è como eu tinha comentado nos contos de quinta!

thaís disse...

Que turminha mais cabeça!

Karina Goda disse...

Genial? Uau! Meu ego agradece - pra variar, frente a tantos elogios... se eu tivesse seda, rasgaria (ou, neste caso, apertaria.. rs). ;)

Karina Goda disse...

... e concordo com 4rthur (e todos mais, certamente): INSPIRADOR!

Nikky Lee. disse...

Confesso que quando recebo um endereço de blog pelo orkut, fico com um pé atrás na hora de entrar...Mas o seu, sinceramente, me surpreendeu!
Maravilhoso!
Especialmente os "contos de quinta".
Parabéns!
:)

Adrian Masella disse...

Adorei o seu blog
Principalmente os posts curtos!!
que apesar de terem poucas frases, dizem mta coisa!!!

Irei te linkar!!!
Abraço!!!

http://zoiorama.blogspot.com/

dän disse...

eu fiquei pensando hj se colocaria ou nao o santo antonio de cabeça para baixo... deixei quieto! hehehehe

Tchellonious disse...

Digas, realmente alvejaste em cheio. Pari "Após agora" após ter lido justamente o texto que fizeste a alusão.
Inquantificáveis Contos de Quinta no Quintal Ly(te)ra!